Arquivo da Categoria “Copa do Nordeste”

O inverso e o avesso na final da Copa do Nordeste!

final cne 2016

Com a chegada de Milton Mendes, o Santa Cruz cresceu na hora certa e virou pelo avesso (só que do lado bom pro seu torcedor agora!). A expectativa no início da temporada era grande, mas o tricolor pernambucano decepcionou na largada. Tropeçando, se classificou na segunda colocação na fase de grupo e passou pelo mata-mata da Copa do Nordeste rodeado de desconfiança. O time do novo treinador, no entanto, evoluiu e mudou consideravelmente sua postura em campo. Primeiro, vale destacar o emocional dos jogadores, muito mais concentrados e confiantes que antes. Mais importante, o Santa Cruz que chega à final é uma equipe mais compactada, defensivamente acertada e com um meio de campo mais interessante com João Paulo e Uillian Correa. No ataque, Grafite passa por ótimo momento, unindo inteligência à velocidade e ousadia de Keno. Com Milton Mendes, foram seis jogos três vitórias e três empates.

Do outro lado, o Campinense parece viver momento inverso, ainda que isso não tenha determinado a desclassificação da equipe na própria Copa do Nordeste e no estadual. As derrotas, inexistentes no início da temporada, começaram a dar as caras e Francisco Diá tem tido trabalho pra manter a equipe organizada e “energizada” em campo. Artilheiro do ano, no Brasil, Rodrigão chegou a ficar quatro partidas sem balançar as redes. O Campinense precisará de fôlego renovado pra final. Assim como fez com o Sport, na semifinal, deve jogar o primeiro jogo no contragolpe pra tentar levar um bom resultado pro Amigão.

O roteiro lógico, imaginando um gráfico de crescimento do Santa Cruz e de queda do time paraibano, indica um favoritismo dos pernambucanos. O Campinense, no entanto, não tem tido problemas em derrubar favoritos.

Em números, o momento de crescimento do Santa Cruz

Nos primeiros 10 jogos da temporada:
4 vitórias / 3 empates / 3 derrotas / 11 gols pró / 9 gols contra

Nos últimos 10 jogos da temporada:
5 vitórias / 4 empates / 1 derrota / 12 gols pró / 7 gols contra

Do outro lado, parece acontecer o inverso com o Campinense

Nos primeiros 10 jogos da temporada:
7 vitórias / 3 empates / 0 derrotas / 17 gols pró / 5 gols contra

Nos últimos 10 jogos da temporada:
4 vitórias / 4 empates / 2 derrotas / 10 gols pró / 4 gols contra

Comments Nenhum comentário »

Copa do Nordeste 2016

Se Maria Bonita pede, Lampião atende. Então, depois de acirrada votação (só que não!), no twitter, o tema escolhido por vocês para a semana foi a Copa do Nordeste, essa linda. Chegamos exatamente na metade da primeira fase, e teve muito candidato a Lampião decepcionando sua Maria Bonita (oi, Caerá!), enquanto outros, mesmo sem muitas flores (olá Bahia!), têm ganhado novas chances da moça. Em geral, temos um início de Copa do Nordeste bem equilibrado, com poucas paixões arrebatadoras, o que significa um final de fase emocionante. Grupo por grupo, então, vamos analisar as possibilidades de conquista.

Vai começar a Copa do Nordeste

Grupo A: Raposa assanhada
O Campinense, atual líder do grupo começou bem a temporada e ainda está invicto em 2016 (incluindo estadual e Copa do Nordeste). Se o time não é completamente envolvente, tem peças eficientes, como a atacante Rodrigão, um dos artilheiros da competição. Acreditava que o ABC, de volta à Copa do Nordeste depois de um 2015 ruim, pudesse brigar por uma vaga, mas as atuações do time arrasaram os corações de seus torcedores. Está fora da briga. Salgueiro sai na frente pela segunda vaga, mas tenho a impressão que este grupo vai colocar apenas um integrante na próxima fase.

Grupo B: O escolhido
América e CRB brigam por classificação e o encontro entre eles nessa 4º rodada pode definir muita coisa. Quem vencer, pra mim, garante a primeira colocação e a chance de seguir cortejando a Maria Bonita. O outro tem a possibilidade de ficar com uma das vagas dos melhores segundo colocados, mas não é o caso com os atuais números. Apesar do Coruripe ter um dos artilheiros da competição, junto com o Estanciano, devem sonhar pro ano que vem.

Grupo C: Tricolor conquistador
Mesmo sem convencer em todas as partidas (em especial, na estreia, diante do Santa Cruz), o Bahia é o único time com 100% na competição e com Hernane, um dos artilheiros da competição, em ótimo relacionamento com a bola. Com uma agenda, no mínimo, embolada, prevejo um tropeço em algum momento. O time viajou para o exterior (e foi goleado por 6×1) e vai atuar dois dias depois de voltar dos Estados Unidos. Não acho que a equipe vai sentir tanto o motivacional, mas o problema será o desgaste físico justamente quando os jogos entram numa fase mais decisiva. Ainda assim, pra mim, o encontro na próxima fase tá garantido. Em segundo lugar no grupo, o Santa Cruz tropeça e precisa vencer os dois próximos jogos, na teoria, contra adversários mais fracos pra tentar manter a classificação como um dos melhores segundos colocados. O time está se garantindo nas quartas, hoje, no limite, com um gol a mais que o Salgueiro, o 2º no grupo A, pois os dois têm o mesmo saldo. Juazeirense e Confiança ainda não venceram na competição. Não acredito em classificação para a dupla.

Grupo D: Baião de dois
Diferente do Santa Cruz, que também começou a mal a temporada, mas ainda não conseguiu evoluir, o Sport já mostra alguma evolução e é mais regular. É aquela história, Falcão fez ótimo trabalho de “bombeiro” no segundo semestre de 2015. Agora, com peças de reposição bem interessantes, como o colombiano Lenis, o técnico tem a chance de construir o time do início. Segundo colocado no grupo, o Fortaleza tem grandes chances de acirrar a briga pela primeira posição, já que os dois ainda se encontram (no Castelão). Hoje, os dois estariam classificados, e minha previsão é de que este grupo deve mesmo ceder dois postulantes ao coração da Maria Bonita para a próxima fase. Não imagino River e Botafogo surpreendendo.

Grupo E: A reconciliação
Depois de perder a vaga por motivos extra campo, em 2015, o Sampaio começou bem o regional e parece que dessa vez vai! Ainda que tenha mudado muito de 2015 pra 2016 e que tenha muitos pontos a melhorar, a Bolívia Querida saiu na frente num grupo que tinha um favorito, mas que decepcionou demais, o Ceará. Se o time de Lisca corre o risco de ficar pelo meio do caminho, sorte do Vitória da Conquista. O Bode ainda não embalou no campeonato baiano, mas conseguiu bom resultados no regional e sai na frente do Ceará pela segunda colocação. Hoje, com seis pontos em três partidas, está na zona de classificação para o mata-mata do torneio como um dos melhores segundos colocados. Vale lembrar que na próxima rodada enfrenta novamente o Flamengo-PI, pior time das três primeiras rodadas. Estão aqui nesse grupo, as grandes surpresas do coração, digo, da competição.

Resultado da votação do tema:
Copa do Nordeste 69%
R$ e Salários da bola: 17%
Libertadores: 14%

Comments Nenhum comentário »


Warning: readfile(../ga.txt): failed to open stream: No such file or directory in /home/claraalbuquerque/claraalbuquerque.com.br/wp-content/themes/mandigo/footer.php on line 356