Arquivo da Categoria “Curiosidades pelo mundo”

Post-férias – Parc des Princes, Paris (PSG 3×0 Bordeaux)

Depois de contar pra vocês como foi a visita ao Parken Stadium em Copenhagen, na Dinamarca, durante as minhas maravilhosas férias, é hora de contar como foi a experiência de assistir a um jogo do Campeonato Francês (ú lá lá) em Paris. Lembrando que já mostrei pra vocês minha visita, há muito tempo, ao Stade de France (sim, aquele da Copa de 98), hein?! Mas agora é a vez do Parc des Princes!

Então, mais uma vez, pisca os olhinhos, se transporta para a cidade luz e, voilà, vem comigo!

Parc des Princes

O jogo
O PSG está correndo atrás do tri no campeonato e segue com um time estrelado nessa temporada! Para o jogo, válido pela 11° rodada da competição, contra o Bordeaux, atual quarto colocado, o clube de Paris entrou em campo desfalcado (lágrimas) de Ibrahimovic, lesionado, e Cavani , suspenso, mas teve a brasileirada toda! Lucas marcou dois gols de pênalti e David Luiz e Thiago Silva tiveram atuações seguras, mas um torcedor sentado atrás de mim gritou, num certo momento, “Tu n’es pas le numero 10!” (Você não é o número 10!) quando David Luiz insistia em se posicionar quase na ponta direita! Maxwell também estava em campo. Lavezzi marcou o terceiro gol. E só pra alfinetar, o juiz da partida errou que foi uma beleza (inclusive num dos pênaltis)! Não é só no Brasil que a coisa tá feia pra arbitragem aparentemente.

Levanta o mosaico!!!!!

O Estádio
Achei bem bonito e bastante organizado. A capacidade é de pouco menos de 50 mil pessoas e estava cheio. Não é distante do centro, ainda mais de metrô. Para vocês terem uma ideia, ele fica aproximadamente a 4km da Torre Eiffel. Construído em 1897 (isso mesmo!!!), já foi palco de três finais da Liga dos Campeões da UEFA: 1956: Real Madrid 4 – 3 Stade de Reims; 1975: Bayern de Munique 2 – 0 Leeds United; 1981: Liverpool 1 – 0 Real Madrid. Já sediou também jogos da Copa do Mundo em 1938 e 1998.

Antes do jogo começar, tem música do campeonato, bandeiras no campo, bolinhas de sabão (sim, bolinhas de sabão), mosaico e todo um cerimonial para o evento. Baita identidade e evento, mesmo sendo “apenas mais um jogo de meio de campeonato”. Aquele lance do locutor do estádio falar o sobrenome/nome do jogador na escalação e a torcida completar com o outro nome/sobrenome do jogador funciona demais. Todo mundo berra! E por falar em torcida, ela não faz muita pressão, mas é muito divertida! Em diversos momentos, um lado do estádio canta, aí o outro responde, e assim sucessivamente, tipo num jogral. ADOREI!

Bolinhas de sabão!

Como chegar
Fácil, fácil, fácil, fácil. Tem um metrô quase na porta. Basta descer na estação Porte de Saint-Cloud, da linha 9.

Quanto custou
O ingresso custou 87 Euros. Com o euro valendo R$3,20, saiu por mais de R$275, o que não é nada barato para um campeonato nacional, mas isso é consequência do valor da nossa moeda e da política de sócios torcedores. Assim como no jogo entre Dinamarca x Portugal, comprei pela internet dois meses antes da partida, imprimi o ingresso em casa, ainda no Brasil, e na hora, bastou passar o código de barras na catraca e pronto. O site foi o Viagogo, que é a plataforma oficial de troca de ingressos do time parisiense (o PSG, inclusive, foi o primeiro clube francês a fechar parceria com o site, que é uma empresa virtual especializada em comercialização de ingressos).

\o/

Comments 1 comentário »

Post-férias – Estádio Parken, Copenhagen (Dinamarca 0x1 Portugal)

Ai, as férias… sofá, viagem, passeios, preguiça, turismo, comilanças e… FUTEBOL!

Claro, vocês não acharam que eu conseguiria ficar tantos dias (25, pra ser exata, mas quem tava contando, né?) sem nossa paixão de cada dia, não é?! Do futebol brasileiro até que tirei férias mesmo, é preciso respirar de vez em quando até das coisas que a gente ama (#mulherdemalandro), mas aproveitei os destinos da viagem pra assistir a dois jogos na Europa. O primeiro foi em Copenhagen, Dinamarca, que você fica sabendo como foi neste post-férias e o outro foi um jogo do PSG, em Paris, que conto num próximo!

Então, pisca os olhinhos, se transporta pra bela Copenhagen e vem comigo!

Parken Stadium

O jogo
Dinamarca 0x1 Portugal – Eliminatórias para Eurocopa 2016
Portugal não havia vencido ainda nessas eliminatórias e, olha, teve que suar pra vencer a Dinamarca. Cristiano Ronaldo marcou aos 50 minutos do 2° tempo para minha felicidade (já explico) e desespero dos mais de 30 mil dinamarqueses no estádio.
Agora, explicando, eu não estava torcendo contra a Dinamarca, mas queria colocar um gol de Cristiano Ronaldo no “currículo”! Depois de Zidane, Messi, Ronaldo, Romário, Xavi, Iniesta e outros craques, tava faltando ver o portuga melhor do mundo in loco! Pois bem, objetivo alcançado!

O estádio
O Telia Parken é o maior estádio da Dinamarca e é a casa do FC Copenhagen e da seleção nacional. A capacidade é de 38 mil torcedores. O estádio original é de 1911, mas foi demolido em 1990 e reinaugurado em 1992. De fora, o estádio não é nada demais, fica entre outras construções então a gente nem consegue ter uma imagem completa dele. Por dentro, o estádio é bem arrumadinho, bem sinalizado e confortável, mas nada demais! Estava chovendo MUITO, mas como o estádio é muito bem coberto, não caiu um pinguinho de chuva em mim! \o/. Comprei uma cerveja que fiquei na dúvida se tinha álcool e não comi, mas o tradicional pão cm salsicha e, claro, pipoca, eram vendidos aos montes! A torcida canta muito pouco. O ambiente, assim como os dinamarqueses, em geral, não é nada hostil para o visitante.

Dinamarca 0x1 Portugal

Como chegar
O estádio fica no norte da cidade, mais ainda num local central, e próximo à estação de trem Østerport (Observação: Copenhagen tem trem e metrô, então, cuidado pra não confundir os dois, como aconteceu comigo. Algumas estações centrais, como a Norreport, dá acesso aos dois transportes, então é preciso prestar atenção!). Peguei o S-Train (como é chamado lá) na estação Norreport, bem no centrinho da cidade mesmo, na direção Farum, e desci na estação seguinte, que já é a Østerport. De lá, o estádio fica a uns 15 minutos de caminhada.

Quanto custou
O ingresso custou 405 DKK (coroas dinamarquesas) que é igual aproximadamente a R$170. Comprei pela internet dois meses antes da partida, imprimi o ingresso em casa, ainda no Brasil, e na hora, basta passar o código de barras na catraca e pronto. Simples assim.

A cara da felicidade (e do frio)!

Comments 1 comentário »

Uma Copa pra quem não entende de futebol

A gente que é doente por futebol, gosta de qualquer Copa do Mundo. Da Copa de 90 à Copa de 58. Da competição cheia de empates e 1×0 àquela com maior média de gols, viradas e resultados imprevisíveis da história. A gente prefere esse segundo tipo mais emocionante, é claro, mas a verdade é que a gente vira o mundo de cabeça pra baixo se precisar pra assistir a Irã e Nigéria numa segunda-feira de Copa do Mundo.

Há muito tempo, uma bola de Copa do Mundo não balançava tanto as redes!

A coisa não é a mesma coisa pra quem não acompanha futebol dessa forma. Quem não sabe (ou não quer saber) as variações táticas, não avalia o desempenho de cada jogador, não se interessa pela escalação da Holanda e não tá nem aí pra evolução (ou involução) de uma seleção especifica, quer ver emoção e não necessariamente futebol.

É por isso que essa Copa tem sido uma competição mais do que perfeita pra quem não entende de futebol (e tem acabado com os bolões de quem  “entende”). Se antes, os torcedores de quatro anos em quatro anos, assistiam ao Mundial pela festa, agora também podem aproveitar pra se esbaldar com muito mais. Se é emoção que eles querem, a gente prova que emoção é o que não está faltando. Então, pode esquecer as previsões táticas, as projeções de gols e as últimas estáticas e vem comigo!

Uma Copa de Gols
Nunca na história desse país…  Na verdade, desde a edição de 1958, a média de gols da Copa do Mundo não alcança o patamar de 3 gols por partida. Em suas seis primeiras edições, de 1930 a 1958, as médias foram todas mais altas – a maior sendo a de 1954, de 5,38 gols por jogo. De lá pra cá, o número de seleções aumentou (de 16 para 24, em 1982, e então para 32, em 1998), mas os gols, esses teimaram em se manter entre 2,96 (saudades 1970) e 2,21 (beijo, Copa de 1990, não me liga).

Em 2014, pra alegria geral da nação, a primeira rodada teve um total de 49 gols em 16 jogos (e uma média de 3,06 gols por jogo), um recorde neste formato com 32 seleções. Até o início dos jogos de quinta-feira (19), mesmo com o 0x0 de Brasil e México, a média seguia com três gols por partida, mas caiu com o zero a zero entre Japão e Grécia. Atualização: com os jogos de sexta-feira (20), a média voltou a subir (2,96), graças à mais uma goleada, dessa vez na França sobre a Suíça, na Fonte Nova.  Não dá pra garantir que a média seguirá subindo, mas até agora ela tem feito a festa. Inclusive, nesse ritmo, não acho impossível a Copa de 2014 alcançar o total de gols de 2010 (145) ainda na primeira fase! Digam se não é pra sair pelas encruzilhadas fazendo oferendas pra agradecer aos orixás?!

Uma Copa de vencedores
Nunca na história desse país… Na verdade, nunca na história das Copas tivemos tão poucos empates! Pra começar, pela primeira vez desde 1930, um Mundial teve 10 jogos seguidos sem empate. E passamos! Chegamos a 12 jogos.

Em 23 jogos, tivemos quatro empates (17%)!! A esta altura, em 2010, já tínhamos visto oito empates. Com exceção da Copa de 1930 (18 jogos), quando não houve nenhum empate, a Copa com o menor número de empates foi a de 1934 (16 seleções, 17 jogos, 16 vitórias e apenas um empate). Em 1954 (16 seleções, 26 jogos), apenas dois jogos terminaram em empate, mas essas porcentagens de empates (5,88% e 7,69% respectivamente) nunca mais se repetiram. Na real, subiram bastante. De 1982 (24 seleções) a 2010 (32 seleções), esse número variou entre 32% e 21%. Neste período, a Copa com o menor número de empates foi a de 1994, com 11 empates.

Com uma última rodada de grupos emocionante, vamos torcer que os gols sigam saindo. Não duvido nada que esta Copa bata o recorde de números de vitórias da “era moderna”!

Uma Copa de viradas
Nunca na história desse país… Na verdade, nunca estivemos tão perto de bater o recorde de viradas em uma edição de Copa do Mundo. A gente que acompanha e destrincha Copa do Mundo sabe que é uma situação bem complicada de ser conquistada. Não é a toa que o recorde histórico de viradas em Mundiais é de nove jogos em 1970 (num total de 38 jogos) e em 2002 (64 jogos). Mas a Copa de 2014 não é nada apegada a caminhos projetados e  já tivemos seis vitórias com viradas de placar, incluindo a do  Brasil, na abertura contra a Croácia, a da Costa Rica, ao bater o Uruguai, e a da Suíça, com um gol num contra-ataque no final do jogo diante do Equador. Até a final, no Maracanã, no dia 13 de julho, eu aposto em mais viradas e muito mais emoção.

Uma Copa de goleadas e surpresas
Pela primeira vez na história, a atual campeã mundial foi desclassificada nos primeiros dois jogos. E o olha que, na estreia, a Holanda, atual vice-campeã, já havia feito 5 a 1 na revanche contra a Espanha. Inclusive, essa derrota espanhola também significou algo histórico para o torneio, já que um defensor de título jamais havia sofrido derrota tão grande. Ainda teve a Alemanha, forte candidata ao título, vencendo Portugal, de Cristiano Ronaldo, eleito melhor jogador do mundo, por 4 a 0. Isso tudo e nem terminamos a segunda rodada da fase de grupos. Atualização: e o que dizer da Costa Rica? Classificada no grupo da morte com Itália, Uruguai e Inglaterra, ao fim da segunda rodada?!

Mesmo sem tudo isso, eu teria assistido (e sigo fissurada em) cada uma das partidas da Copa, mas garanto que praquela tia que não entende de futebol ou praquele amigo que não faz ideia da forma com a Espanha joga, isso faz diferença. Então é melhor correr pra Copa. Se tem alguém que ainda estava em dúvida em acompanhar a Copa do Mundo, ela acabou.

Comments 3 comentários »

Feliz Natal!!

Uma árvore cheia de letras, palavras, frases, parágrafos, páginas e livros pra desejar um Natal cheio de desejos, sonhos, planos, realizações e conquistas pra vocês!
Gol, gol, gol, Feliz Natal!!
Ah! E se eu fosse você colocava um último pedido na listinha pra Papai Noel!!!rs

20131224-184909.jpg

 Natal Esporte Interativo Nordeste

Comments Nenhum comentário »

Natal futebolístico!

20131202-221020.jpg

Lindões e lindinhas, livro A Linha da Bola – Tudo o que as mulheres precisam saber sobre futebol e os homens nunca souberam explicar – disponível pro Natal!!! Pras moçoilas formosas começarem 2014 sabendo tudo sobre futebol, hein?!?! E pros moços que gostam de futebol presentearam a namorada, a mulher, a mãe, a chefa, a colega de trabalho e arrasar no amigo secreto da firma ou da família!!!

Pra comprar (com dedicatória especial!!), é só escrever pra contato@claraalbuquerque.com.br

beijoca com paçoca.

 

Comments Nenhum comentário »

A menininha e o futebol

“Os volantes estão afastados demais dos dois meias. Pra transição defesa – ataque funcionar, eles precisam compactar mais o time e, consequentemente, diminuir a possibilidade de erros e desarmes”, diz a analista esportiva durante um jogo na Copa do Mundo. Ela sabe do que está falando. “Ei, você está tentando roubar o meu emprego?”, pergunta o comentarista há anos na emissora. “Talvez”, ela responde com um sorrisinho.

Propaganada garotinha do futebol / Reprodução

A cena (adaptada livremente para português e para o nosso futebol), acontece numa campanha que tem feito o maior sucesso na National Football League (em português: Liga Nacional de Futebol Americano; abreviação oficial: NFL). A analista é uma garotinha por volta de seus oito anos que, indignada com o preconceito de que meninas não entendem/gostam de futebol, resolve aprender tudo sobre o esporte! #meidentifiquei

Não achei o comercial com legendas em português, mas é fácil de entender mesmo pra quem não fala nada de inglês. O roteiro começa com uma cena bem familiar para muitas meninas. Uma garotinha pergunta feliz ao seu irmão mais velho e amigos se ela pode jogar futebol (americano) com eles. O irmão responde: “Não, você sequer entende de futebol”. Claro, está implícito que o motivo é porque ela é uma menina. Os amigos todos riem.

Indignada, a menininha começa a aprender tudo sobre o esporte usando a internet (o comercial é de uma empresa de internet banda larga). Nas cenas finais, a danada está numa transmissão de futebol na tv onde um dialogo similar com o que inventei no início desse texto acontece. Seu irmão e os amigos (aqueles mesmos que não deixaram ela jogar no início da propaganda) assistem à cena chocados e um deles pergunta: “É a sua irmã?”. O menino balança a cabeça positivamente sem palavras. Aí vem a porrada final: “Eu leio o blog dela. É muito bom, cara”, completa um dos amigos dele. #comonaoamar

Eis o vídeo:

Pois bem, este blog apoia a menininha do vídeo e todas as mulheres que gostam e entendem de futebol. Tive a sorte de crescer numa família onde a cena de abertura do comercial jamais aconteceria. Meu irmão mais velho sempre teve orgulho da irmã que adorava futebol e o resto da história vocês já sabem.

Abaixo, outros vídeos que fazem parte da campanha que começou a ser veiculada em outubro nos Estados Unidos.

Comments Nenhum comentário »

Dica, Ora Bolas?! – Vídeos Ilha Barcelona e El Brocador

Bom humor é fundamental. Quando ele vem coladinho, agarradinho, tipo marcação homem a homem, com a criatividade, então, é um espetáculo. Se for num vídeo/campanha de um clube de futebol, a gente se apaixona. Nessa semana, dois vídeos nessa linha foram compartilhados, curtidos e comentados na internet e eles são a Dica, Ora Bolas?! de hoje! \o/

O primeiro é uma super produção da Qatar Airlines, patrocinador do Barcelona FC.  No vídeo que apresenta a Ilha Barcelona, além de muito bom humor e criatividade, craques, efeitos especiais e produção cinematográfica. O segundo, El Brocador, pra provar que nem sempre é necessário tanto investimento, a Arena Fonte Nova comemora a classificação do Bahia para a próxima fase (finalmente um duelo internacional após 24 anos) da Sul-Americana com MUITO bom humor e criatividade!

Pena que os clubes brasileiros explorem tão pouco esse esquema tático. É moderno e absolutamente vencedor. Prestenção no potencial, departamentos de marketing!!!

Reprodução El Brocador

Comments Nenhum comentário »

Dica, Ora Bolas?! – Vamos pro bar

Esta blogueira aqui faz aniversário no fim de semana! E, sim, eu amo comemorar meus aniversários e se pudesse fazia uma festa de arromba todos os anos e convidava todo mundo! Infelizmente, não dá pra acabar com a fome de brigadeiro de todas azamigas, a família e os leitores, né?! Mas não é por isso que vocês vão ficar sem comemorar o meu aniversário! A Dica, Ora Bolas?! de hoje separou então algumas opções de bares que são a cara do blog (e tenho certeza que vocês vão amar). Afinal, como é que não ama um bar que o escolhe o futebol como razão de vida e cerveja?

Pois bem, a primeira dica fica em São Paulo. Trata-se de um bar chamado São Cristovão, que fica na Rua Aspicuelta, 533 – Vila Madalena (telefone: 11 3097-9904). A primeira vez que fui nesse bar foi amor a primeira vista. As paredes são repletas de imagens, flâmulas, fotos, recordações, ingressos e tudo mais que você imaginar de futebol e formam um visual sensacional. É quase impossível encontrar um pedacinho de parede que não esteja coberta.

  Bar São Cristovão / Foto: Reprodução

São cerca de 3.500 objetos ligados ao esporte e o nome do bar e o uniforme dos garçons remetem ao tímido São Cristóvão, clube da Zona Norte do Rio. Os vascaínos, em especial, vão encontrar muita coisa do time por lá, já que o dono do bar é torcedor do Vasco. Pra completar (tem mais!!!), o bar vende, ou vendia ate a última vez em que fui lá e já tem algum tempinho, camisas retrôs de clubes e da seleção brasileira. Essa minha camisa retrô da Copa de 58, por exemplo, que usei no último vídeo Ora Bolas, foi comprada lá! Eu acho que se você está em São Paulo neste fim de semana deveria ir lá comemorar o meu aniversário!

Brecho do Futebol / Foto: Divulgação

Agora, se você mora ou está em Porto Alegre, a dica é o bar Brechó do Futebol, na Rua Fernando Machado, 1188, Centro Histórico (telefone: 51 3737-3782). O bar, além de ter uma carta de cervejas beeeeeeem variada (eta bebida maravilhosa) funciona como loja de camisetas novas e usadas de clubes e seleções do mundo todo! Colecionadores de camisas vivem por lá e se eu pudesse também viveria.

Brecho do Futebol / Foto: Divulgação

Perto de Salvador, me falaram do FIVE Sport Bar, na Avenida Luíz Tarquinio, n2849, em Lauro de Freitas (71 3024-4076). A decoração parece bem bacana e modernosa, mas já num estilo bem diferente dos outros que falei.

Five Sport Bar / Foto: Xico Diniz
COM CERTEZA, existem outros bares com temática de futebol por aí, se você não descobriu um ainda trate de ir procurar uma cerveja gelada futebolística na sua cidade! E se souberem de outras dicas, é só mandar! O blog agradece e bebe por você e mais uma descoberta!

E, não custa lembrar, bebam e torçam com responsabilidade, hein?!

Comments Nenhum comentário »

Dica, Ora Bolas?! – Mini craques

Sabe aquele dia que você pensa, pensa e não tem uma ideia de Dica, Ora Bolas?! pra dar pra vocês?! Foi hoje (ontem no caso).  Mas aí eu perguntei no twitter quem tinha alguma sugestão (cê já me segue no twitter? Não? E tá fazendo o que ainda que não foi lá me seguir? Prestenção, gente, vamos “se ligar”!) e chegaram algumas ótimas dicas. Coloquei algumas no estoque e uma saiu fresquinha do twitteiro Bernardo Esperança (@bernardoesper).

Pois bem, que tal comprar o Johan Cruyff por R$50? E o Michel Platini por R$80? Não agradou? E o Rivaldo, por R$45 ou o Ronaldo por R$130? E, olha, R$500 pelo melhor jogador da história do futebol não me parece exagero, parece?

Mini craques Cruyff, Platini e Rivaldo /  / Foto: Reprodução

Tá achando meio caro? Tem problema não, você pode achar o Lampard por R$25. Ou, pelo mesmo valor, você pode levar ninguém menos que Andrea Pirlo pra casa (uma pechincha)! É, pra casa. Ou você achou que era pro seu time? Calma (né, minha gente?), o Ora Bolas não está abrindo uma janela mágica de contratações, está apenas te dando a dica do site www.minicraques.org/. Uma lojinha virtual onde você encontra todos esse jogadores citados acima naquele formatinho de mini craque.  

E pesquisando pela net, dá pra achar outros lugares com mais opções como aqui e aqui!

Mini craques à venda na LokoEsportes / Foto: Reprodução

E, agora, você já sabe! Se tiver alguma dica, é só mandar que o blog vai adorar (ui, rimou)! =)

Comments 1 comentário »

Dica, Ora Bolas?! – Futebol de parede

Tá bonito. Tá cativando seu coração. Tá puxando um momento da memória. Tá eternizado e tá pedindo pra ir pra sua parede.

Anh? Isso mesmo! Dica, Ora Bolas?! de hoje quer entrar na sua casa e pendurar na sua parede aquele ídolo, aquela seleção, aquele jogo histórico que não sai da sua cabeça.

Mentira, ninguém vai entrar na casa de ninguém, mas com criatividade ou a ajudinha de lojas lindas que facilitam sua vida, dá pra colocar um pouco de futebol na decoração da sua casa.

No cantinho favorito do meu ap, por exemplo, eu fiz um painel futebolístico, com caricaturas de um artista romeno chamado Daniel Nyari, de grandes craques meia armadores / de ligação. Mesmo que alguém na casa não goste de futebol, essa parede é totalmente aceitável pra não dizer linda e maravilhosa e paixão da minha vida.

Parede futebolística

Pois bem, é fácil, fácil procurar imagens na internet que podem parar na sua parede. Bastar ter uma resolução adequada com o tamanho que você quer imprimir (faça um teste ou peça ajuda a alguém que entenda disso), levar numa gráfica e colocar numa moldura. Se você preferir uma coisa pronta, você pode recorrer a lojas que vendem pôsteres bem maneiros e entregam lindinhos na sua casa.

Os pôsteres abaixo, por exemplo, são de uma loja fofa chamada “Na Casa da Joana”. É só escolher o tamanho, pagar (claro, né?) e esperar chegar.

 

Eu adoro uma coisa meio vintage e olha que coisa linda que não ficaria uma parede com vários desses pôsteres antigos vendidos na “Casa do pôster”.

Reprodução Casa do Poster

Reprodução Casa do Poster Reprodução Casa do Poster

E pra não errar, dicas de como arrumar quadros na parede:
Reprodução Reprodução

Acho que sua parede ficou com vontade!

Comments 6 comentários »


Warning: readfile(../ga.txt): failed to open stream: No such file or directory in /home/claraalbuquerque/claraalbuquerque.com.br/wp-content/themes/mandigo/footer.php on line 356