Arquivo da Categoria “Livros de futebol”

Acessem: http://www.kickante.com.br/campanhas/os-dez-mais-do-bahia e saibam mais sobre a campanha! Conto com a ajuda e paixão de vocês pelo Bahia! \o/

OS DEZ MAIS DO BAHIA

O Bahia nasceu em 15 de fevereiro de 1989. Enquanto minha mãe gritava pelos dois gols que Bobô marcava sobre o Internacional, na Fonte Nova, meu pai torcia em casa, enquanto cuidava dos filhos pequenos, eu e meu irmão. Naquele dia, eu era apresentada ao clube que tirava minha mãe de casa, mas que fazia ela voltar com sorriso sem tamanho.

Pra tantos outros, o Bahia pode ter nascido em 1959. Pra muitos, com certeza, num dos gols de Léo Briglia, artilheiro do Campeonato Brasileiro daquele ano. Pro seu avô, quem sabe tenha nascido no primeiro título do campeonato baiano da história, em 1931. Pra você, lendo essas linhas, em qualquer uma das outras 44 taças estaduais? Num gol decisivo de Charles? Numa defesa de Nadinho? Ou aos 46 minutos do segundo tempo, no famoso gol de Raudinei?

O Bahia nasce todos os dias pra algum torcedor, a cada gol, a cada história, a cada título, e os ídolos tricolores são essenciais nessa história. Mas existe uma data onde o Bahia nasceu pra todo mundo: 1 de janeiro de 1931. Os 85 anos do Bahia se aproximam e a melhor forma de comemorar esta data é registrar os momentos de emoção que construíram a história e a identidade deste grande clube, não acham?

E vocês, tricolores, podem participar disso, me ajudando a lançar o livro “Os dez mais do Bahia”, que integrará a coleção Ídolos Imortais, da Maquinária Editora.

Felicidade não se compra, mas se escreve! Conto com vocês, tricolores!!!

Comments Nenhum comentário »

Não se vááááááááááá!!!!!!

Cês sabem que eu sou fã do futebol de Alex. Dessas de achar um absurdo ele nunca ter ido a uma Copa do Mundo! Dessas de escrever e lançar um livro com a história dele (e de outros injustiçados). Abaixo, o texto de introdução da saga de Alex em OS SEM-COPA – Craques que encantaram o Brasil e nunca participaram de um Mundial. Fica aqui a minha homenagem e a minha saudade desse craque, desse meia que marcou mais de 400 gols na carreira e que pendura as chuteiras no fim de semana.

Os Sem-Copa - Alex

Alex – Aquele que foi presente

Ele desembrulhou gols espetaculares. Premiou torcidas com títulos inéditos e presenteou companheiros com passes açucarados. Desatou laços de partidas complicadas. Entre todos os jogadores deste livro, foi o que recebeu mais convocações para a seleção brasileira. Assim como é lembrança certa nas relações dos maiores camisas 10 que o Brasil já produziu.

Ídolo no Coritiba, no Palmeiras, no Cruzeiro e no Fenerbahçe, da Turquia, Alex é um daqueles meias clássicos, que brinda o time com categoria, visão de jogo e técnica. De bônus, sua inteligência, também fora de campo, ajudou o jogador a ter uma carreira longa, bem gerenciada e festejada. Apesar de tudo isso, inexplicavelmente, a Copa do Mundo nunca teve a chance de abrir um dos pacotes mais brilhantes da história recente do futebol.

Para saber mais sobre o livro e os outros personagens, vem aqui!

Comments 1 comentário »

Vai ter leitura na Copa!

Vitrines dos sonhos nas livrarias! E olha o meu Os Sem-Copa sempre lá! :)

Vitrines dos sonhos nas livrarias! E olha o meu Os Sem-Copa sempre lá! 🙂

Cês sabem, é claro, que eu sou louca por livros de futebol e que faço coleção deles. Logo, com a proximidade da Copa do Mundo e a avalanche de lançamentos e vitrines futebolísticas, minhas prateleiras ficaram mais cheias e meus bolsos mais vazios.

Lançamentos

Ainda não tive tempo de ler todos, mas antes que a Copa comece e outros assuntos tomem conta deste blog, faço uma lista das novidades das minhas prateleiras! Não vou indicar o meu Os Sem-Copa, mas vcs já sabem, né?!


Os dez mais da Seleção Brasileira, de Roberto Sander. Maquinária Editora

Sander conta a história de dez craques que fizeram história na Seleção. A escolha dos jogadores foi feita através de uma consulta a diversos jornalistas como Juca Kfouri, Mauro Beting, PVC, Roberto Assaf, Ruy Castro e outros. São eles: Leônidas, Nilton Santos, Didi, Garrincha, Pelé, Rivelino, Zico e Romário, Tostão e Ronaldo. Sim, você pode discordar da lista. Eu trocaria um nome com certeza, talvez dois. Faz parte! Mas o livro vale muito a leitura. Os textos fluem e quando você percebe já leu a história de todos os craques do livro.

Tática Mente – A história das Copas explicadas pelas cabeças e pranchetas dos treinadores, de Paulo Vinícius Coelho. Editora Panda Books
Eu sou fã do PVC e esse livro é pra quem curte tática. O livro conta a história da formação de varias seleções, destrincha o sistema tático de outras, explica ou questiona o de mais algumas. São vários textos independentes com uma seleção (e uma prancheta) como tema. Tem as seleções brasileiras de 70, 82, 94, 50… outras grandes seleções como a Holanda de 74, a Hungria de 1952, a Espanha de 2010, confrontos como Uruguai x Argentina na Copa de 30 e outras equipes não tão vitoriosas ou famosas, como a Escócia de 1986, treinada inicialmente por Jock Stein, maior treinador escocês antes de Sir Alex (que foi seu pupilo e assumiu aquela seleção), e que morreu no vestiário após uma partida decisiva entre Escócia e Gales nas eliminatórias pra Copa.

Infográfico das Copas, de Gustavo Longhi de Carvalho e Rodolfo Rodrigues. Editora Panda Books.
Esse livro traz uma infinidade de estatísticas, listas, números e informações curiosas organizadas em infográficos lindos e coloridos. Um livro divertido pra folhear durante os jogos e descobrir, por exemplo, em qual Copa foi marcado o gol número 1.000 na história do Mundial,  quais são as maiores sequências invictas das seleções, quantos gols foram marcados na Copa de 1998, quais clubes brasileiros tiveram mais jogadores campeões do mundo, quem são os técnicos que dirigiram mais jogos, quais jogadores brasileiros foram expulsos nos Mundiais e muito mais!

Lançamentos
O Planeta Neymar: Um Perfil, de PVC. Editora Paralela.
Ainda não consegui ler todo, mas foi o único livro sobre o craque que me interessou nessa leva de lançamentos para a Copa do Mundo. Não espere fotos coloridas e detalhes sobre o namoro do jogador com a atriz Bruna Marquesine. PVC faz um perfil jornalístico, com o respaldo de quem acompanhou de perto a ascensão de Neymar, mais precisamente desde 2005, quando o jogador ainda não havia completado 15 anos.

O Guia Dos Curiosos – Copas, de Marcelo Duarte, Editora Panda Books
Segue a mesma linha de livros divertidos pra folhear durante as partidas menos interessantes (ou no intervalo, sei lá!) da Copa do Mundo. As curiosidades e informações muito bem selecionadas são divididas por Copa do Mundo. O livro é o nono volume da série, O Guia dos Curiosos, que trata de outros temas como Invenções, Brasil, Sexo e outros.

Maracanazo – A história secreta, de Atilio Garrido. Editora Livros Ilimitados
Não li ainda, mas trata-se do novo livro do jornalista uruguaio Atílio Garrido. O release conta que o autor vai além do relato esportivo e cria um documento histórico informativo, crítico e emocionante deste que foi um dos maiores fatos do futebol mundial e que teve profundas consequências nas histórias dos respectivos países, nos âmbitos cultural, social, político e, obviamente, esportivo.

Lançamentos
Béla Guttmann — Uma lenda do futebol do século XX, do autor alemão Detlev Claussen
O livro acabou de ser lançado e a editora (obrigada!!!) me mandou um exemplar quentinho da gráfica pra fazer parte da minha coleção. Eu conhecia a história do Béla Guttmann de forma superficial e estou morrendo de vontade de conhecer melhor! Pra quem não ligou o nome ao personagem, Béla é aquele ex-treinador húngaro, bicampeão da Champions em 1961/62 no comando do Benfica que ficou famoso ao lançar uma maldição no time. Ao sair do clube após um desentendimento com a diretoria, Béla anunciou uma maldição aparentemente profética: a de que o Benfica não voltaria a vencer uma competição continental pelos próximos cem anos. E olha que de lá pra cá já se foram alguma finais, hein?! Incluindo a mais recente, em maio deste ano, quando o Benfica perdeu a decisão da Liga Europa para o Sevilha. História imperdível!

O Drible, de Sergio Rodrigues. Editora Companhia das Letras
Não briguem comigo, mas também não comecei a ler ainda. O que posso dizer é que esse livro está recebendo dezenas de elogios e belas críticas. Ele não é um livro “comum” de futebol. É um romance (eta novidade maravilhosa) que tem futebol como tema. O Drible conta a história de um cronista esportivo de oitenta anos, desenganado pelos médicos, e testemunha dos anos dourados do futebol brasileiro que tenta se reaproximar do filho. Pra isso, decide escrever um livro onde narra a história do fictício Peralvo, um ex-jogador de talentos paranormais que deveria ter sido “maior que Pelé”, caso uma tragédia não o tirasse de campo.

Comments 1 comentário »

Brasil, Futebol e Livros

Nesta terça-feira (18 de março) participo do projeto “Brasil, Futebol e Livros” que a CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta de 18 a 20 de março. A série de encontros, em sua segunda edição, colocará 13 escritores em diálogo com o público leitor e apreciador das letras e do futebol em seis sessões, com entrada franca. Espero vocês lá! 🙂

Programação dos outros dias:

19 de Março – Quarta-feira

17h30- O torcedor

O torcedor é o tema de encontro que reúne autores de duas obras pertinentes na reflexão sobre amores e ódios que o futebol desperta: Bernardo Buarque de Hollanda, de “O clube como vontade e representação: O Jornalismo Esportivo e A formação das torcidas organizadas”, e Rosana Teixeira, de “Os perigos da paixão”.

19h30- A ficção

A ficção é o enfoque da conversa com Sérgio Rodrigues, escritor do romance “O Drible”, e José Roberto Torero, que entre muitos livros relacionados ao futebol é autor de “Nove contra o Nove” e o infantil “Uma História de Futebol”.

20 de março – Quinta-feira

17h30- A copa

Gisella Moura, de “O Rio corre para o Maracanã”, Beatriz Farrugia e Murilo Ximenes, dois dos quatro autores do novíssimo “1950: O preço de uma Copa”, falam sobre os investimentos e preparativos feitos 64 anos atrás para a primeira Copa do Mundo no Brasil, o que certamente dirá muito sobre a realização do torneio neste 2014 e o momento atual do país.

19h30- O craque

João Máximo e Marcos de Castro, autores de “Gigantes do Futebol Brasileiro” se reúnem para falar sobre a figura do “craque” no futebol, no Brasil.

Serviço:

Série: Brasil, Futebol e Livros

Encontros: de 18 a 20 de março (terça-feira a quinta-feira)

Horário: sessões às 17h30 e às 19h30

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2

Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro (Metrô: Estação Carioca)

Telefone: (21) 3980-3815

Lotação: 80 lugares (mais 3 para cadeirantes)

Comments Nenhum comentário »

Distribuindo palavras e felicidade

Nesta segunda-feira, aconteceu o lançamento do meu segundo livro, “OS SEM-COPA – Craques que encantaram o Brasil e nunca participaram de um Mundial”, na Livraria Travessa, no Rio de Janeiro. Gostaria de agradecer a cada um que foi lá me dar um beijo, parabéns, comprar o livro, conhecer a história desses 22 injustiçados do livro e receber minha felicidade em retorno!

O livro está chegando à maioria das livrarias do país, podem procurar! E vocês também já podem comprar o livro online nos sites da Travessa (com disponibilidade imediata), Saraiva, Cultura, etc, e vocês já podem conhecer um pouco mais sobre o livro na matéria feita pelo Esporte Interativo!!

Em março, tem lançamento em Salvador!

Lançamento Os Sem-Copa Rio de Janeiro

Lançamento Os Sem-Copa Ei

Comments 1 comentário »

Lançamento Os Sem-Copa – Craques que encantaram o Brasil e nunca participaram de um Mundial

E lá se vão dezenove edições de Copa do Mundo e 418 nomes convocados para defender o Brasil (com algumas repetições, é claro). Mas será que todo mundo que merecia estar num Mundial teve essa chance?Eu sempre acreditei que não. E é a história desses injustiçados que resolvi contar em “Os Sem-Copa – Craques que encantaram o Brasil e nunca participaram de um Mundial”, editado pela Maquinária Editora e com prefácio do querido Mauro Beting.

Jogadores excepcionais que, pelos mais variados motivos, não estiveram presentes em uma Copa do Mundo. São histórias recheadas de dramas e paixões. De Friedenreich, passando por Oberdan Cattani, Heleno, Tesourinha, Evaristo, Dirceu Lopes até nomes como Geraldo, Roberto Batata e Dener, o livro faz uma viagem desde os tempos em que a Copa do Mundo era um projeto lá na fundação da Fifa até os dias atuais quando todo mundo tem um craque sem-copa na ponta da língua!

O lançamento acontece no Rio de Janeiro na próxima segunda-feira (24) e, em breve, em Salvador, mas já começa a chegar nas livrarias de todo o país!

Espero vocês no lançamento (e nos comentários, facebook, twitter) pra cornetar a minha lista!

 

Convite Lançamento Os Sem-Copa

Comments 1 comentário »

Natal futebolístico!

20131202-221020.jpg

Lindões e lindinhas, livro A Linha da Bola – Tudo o que as mulheres precisam saber sobre futebol e os homens nunca souberam explicar – disponível pro Natal!!! Pras moçoilas formosas começarem 2014 sabendo tudo sobre futebol, hein?!?! E pros moços que gostam de futebol presentearam a namorada, a mulher, a mãe, a chefa, a colega de trabalho e arrasar no amigo secreto da firma ou da família!!!

Pra comprar (com dedicatória especial!!), é só escrever pra contato@claraalbuquerque.com.br

beijoca com paçoca.

 

Comments Nenhum comentário »

Só mais cinco minutinhos

E de repente é quase Natal!

E de repente o Brasileirão já tá acabando!

E de repente já é hora de votação no Bahia de novo (eta democracia maravilhosa!)!

E de repente o ano acaba e eu não atualizo esse blog…

Mas ó, só mais cinco minutinhos… estou um pouco afastada daqui, mas é por um bom motivo! Juro valendo que já já vocês vão ter muita coisa pra ler!!!! E quando eu digo muita coisa eu quero dizer que tem um livro lindo e amado espreguiçando debaixo das cobertas e em breve acorda pra todo mundo ler!

Enquanto isso, mostro minhas comprinhas na Bienal do Livro que aconteceu no Rio de Janeiro.

Comprinhas da Bienal do Rio

Comments 2 comentários »

Dica, Ora Bolas?! – XVI Bienal do Livro do Rio

Para tudo, gente letrada que adora livro de futebol! Na quinta-feira da semana que vem começa a Bienal do Livro do Rio de Janeiro. É claro que a Dica, Ora Bolas?! não poderia deixar esse evento passar em branco por aqui, né minha gente?! Sei que sou suspeita pra falar, mas eu juro valendo prometo que a dica é boa!

XVI Bienal do Livro do Rio

E olha, não basta ser um lugar mágico cheio de livros lindos e histórias maravilhosas loucas para serem lidas por você, tem que ter um espaço de eventos dedicado totalmente ao futebol! Isso mesmo, este ano, a Bienal incluiu em sua programação cultural um espaço chamado Placar Literário (já to amando isso) que, com curadoria de João Máximo, será dedicado à literatura de futebol. No ambiente, vão acontecer conversas com o público para falar de obras e trajetórias de poetas, romancistas e outras figuras notáveis que levaram o futebol ao mundo das letras. Eta ideia maravilhosa!

Placar LiterárioPois bem, na programação, jornalistas esportivos, como Juca Kfoury e Mauro Cezar Pereira e outros convidados, como Ruy Castro, um dos meus autores favoritos, abordarão os mais variados aspectos do esporte – tanto nos estádios como nas livrarias.

No dia 30/08, por exemplo, tem uma sessão chamada Que “País do futebol” é esse com Juca Kfoury, José Trajano, mediada por João Máximo, que vai discutir um pouco da situação atual do nosso futebol. Outra sessão que destaco acontece no dia 07/09 chamada A vida proibida do craque com a participação de Ruy Castro. Pra quem gosta do mercado literário futebolístico, a dica é a sessão Em campo, o editor com Marcelo Duarte e Rodrigo Ferrari, mediada por César Oliveira no dia 08/09.

E isso é só uma mínima parte do que a Bienal tem a oferecer! Se eu fosse você e morasse no Rio, corria aqui na programação completa e fazia de tudo pra ir lá fazer umas comprinhas (tem coisa melhor nesse mundo pra comprar do que livros, que nunca mais saem da gente?) e bater um papinho sobre futebol!

A Bienal acontece entre os dias 29 de Agosto a 08 de Setembro, no Riocentro, na Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca. Se liga nas informações:

Horário
Dia 29 de Agosto: 13h às 22h
Dias de semana: 9h às 22h
Fins de semana: 10h às 22h

Valor do Ingresso
Inteira: R$ 14,00
Meia-Entrada: R$ 7,00

Aqui no site do evento tem TODAS as informações que você precisa saber sobre ingresso, mapa, horários, valores, etc e etc.

Comments Nenhum comentário »

Dica, Ora Bolas?! pra uma conquista e uma perda

Um dia a gente perde, um dia a gente ganha. Uma hora a gente chora de tristeza, em outra as lágrimas são de felicidade. Nem tudo é sempre o fundo do poço e nada é uma eterna maravilha. Temos momentos de reencontros e de despedidas. Às vezes, é preciso respirar fundo pra seguir em frente e noutras é o grito de alegria que nos tira o ar.

Raça e Amor - A Saga do Clube Atlético Mineiro Vista da Arquibancada
É por isso que a Dica, Ora Bolas?! de hoje é doce e amarga. E vamos começar pela vitória por que hoje é sexta! E é claro que estou falando da conquista da Libertadores absolutamente emocionante do Atlético-M. E o  alvo da dica tem nome e sobrenome: Ricardo Galuppo, autor do livro Raça e Amor – A Saga do Clube Atlético Mineiro Vista da Arquibancada, da coleção Camisa 13.

A questão é que a publicação, que conta a história e trajetória do Galo, agora está faltando um capitulo. Pois bem, a sugestão do blog é que o autor acrescente esse feito à história do clube. Mas… como a gente sabe que demora um montão pra escrever, editar e publicar uma nova edição, que tal você, torcedor do Atlético-MG, escrever uma versão só sua pra “anexar” ali no fim do livro? Eu acho uma ótima ideia!

 

Raça e Amor - A Saga do Clube Atlético Mineiro Vista da Arquibancada

Foto: DivulgaçãoA outra dica de hoje é triste, mas não tem nada de derrota. Na última terça-feira (23), nos despedimos de Djalma Santos, considerado por muitos como o melhor lateral-direito de todos os tempos. Bicampeão mundial em 1958 e 1962, Djalma iniciou uma era de laterais que ajudavam no ataque quando os jogadores de sua posição tinham como principal função defender. Na final da Copa de 58, bastaram 90 minutos para ser eleito o melhor lateral-direito da competição.  Reserva durante praticamente toda a competição, Djalma teve a chance de disputar a decisão depois da contusão do titular.

E são com esses 90 minutos que encantaram o mundo que encerro a dica de hoje. Porque Djalma deixou um montão de saudade e tristeza ao partir, mas, ainda bem, será eternamente capaz de nos fazer sorrir! Abaixo, portanto, a dica pra você ver e rever: link do vídeo publicado no YouTube com a vitória brasileira na íntegra por 5 a 2 sobre a Suécia com narração quase toda em português.

http://youtu.be/kjWe7ATSjPU

Reprodução

 

 

Comments Nenhum comentário »


Warning: readfile(../ga.txt): failed to open stream: No such file or directory in /home/claraalbuquerque/claraalbuquerque.com.br/wp-content/themes/mandigo/footer.php on line 356