Arquivo de abril 2013

Um domingo nada qualquer

Aí você acompanha a inauguração da Arena Fonte Nova pela televisão. Daí você se acaba de chorar no sofá porque não está lá com ela, porque todos os seus amigos postam mil fotos dela nas redes sociais, falam como ela está linda e você está ali em outra cidade que nem uma abestalhada chorando de saudade daquele lugar que viu seus primeiros sorrisos (e choros) no futebol.

Mas aí o que você faz? Corre pro computador pra comprar uma passagem pro próximo BaVi no estádio, conta os dias para o clássico e, quando chega o dia, tira um monte de foto (até porque eu não tinha fotos nas arquibancadas da velha Fonte e tive vontade de chorar quando me toquei disso) e aproveita cada pedacinho dela.

Foto: Clara Albuquerque

E eu não vou mentir, quase chorei (de novo) quando entrei e tive a primeira imagem dela ali prontinha pra encher a gente de emoção (‘cês’ já perceberam que eu sou chorona, né?!risos).

Pois bem, então, pega um lencinho se você for do tipo chorão/chorona, lembra da primeira vez que você foi a qualquer estádio ou de uma lembrança com valor sentimental da Fonte (ou de seu estádio de preferência) e vem comigo!

Arena Fonte Nova - 28.04.13

Cheguei cedo. Antes de 14h, estacionei o carro perto do estádio e fui andando pelo Dique até o estádio.  Fui à bilheteria trocar pegar o ingresso, pois havia comprado pela internet e perto de 15h entrei no estádio. Não teve fila para nada, fui muito bem atendida e orientada. Não sei se o público total no dia do jogo ajudou, foram pouco mais de 30 mil pessoas, mas eu não tive problema algum para entrar.

Foto: Clara Albuquerque

Na entrada, foram distribuídas caxirolas para o público (cada torcedor recebia duas) e Carlinhos Brown, inventor do apetrecho baseado no caxixi, deu uma aulinha de como usar o instrumento oficial da Copa das Confederações e da Copa do Mundo. O que eu achei da ideia? Sinceramente, achei simpática! O som das caxirolas não é irritante, misturado com o canto/grito das torcidas, aumentou o som/clima de estádio cheio. Elas são um espetáculo de criatividade? Representam uma cultura dos estádios brasileiros? Você é obrigado a chacoalhar ela por aí? Claro que não. Mas, me desculpem, a ideia não faz mal a ninguém e eu achei simpática sim.

Eu e as caxirolas

O jornal inglês The Guardiam, inclusive, publicou no domingo um artigo intitulado “Caxirola: poupe-nos do som da Copa do Mundo 2014 do Brasil”. John Crace, autor do artigo, escreveu: “Se você achou que as vuvuzelas eram ruins, espere até ouvir a caxirola, um pedaço de plástico verde e amarelo lançado pelo Ministério do Esporte brasileiro”. Você pode até não gostar, mas elas não são nem de longe chatas como as vuvuzelas. E estou dizendo isso depois de muito barulho (um show) da torcida do Vitória durante o clássico. Diante dos problemas para as Copas das Confederações e do Mundo, a caxirola, meus amigos, é um barulho insignificante.

Foto: Clara Albuquerque

Pra terminar o assunto das caxirolas, eu compreendo totalmente a revolta dos torcedores do Bahia. Esse time que entra em campo com a camisa tricolor é um reflexo dessa diretoria que está aí. E vocês já sabem o que eu penso desse assunto. Nada, no entanto, justifica arremessar qualquer objeto em campo. Agora que fique bem claro, a “revolta das caxirolas” veio de apenas uma parte da arquibancada ocupada pelos torcedores do Bahia e esse grupo não representa a maioria e o torcedor de verdade. Sou a primeira a dizer que é preciso melhorar a educação em nossos estádios (sim, também vamos ter que adaptar muita coisa da nossa cultura para esse novo modelo de arena), mas não vamos generalizar.

Foto: Clara Albuquerque

Voltando a Fonte Nova, eu achei tudo bem tranquilo, os banheiros femininos estavam limpos e sem fila e, ao menos no setor onde eu estava, as lanchonetes só formaram fila no intervalo. Os preços que realmente são meio salgados.

Foto: Clara Albuquerque

Eu amo a Fonte Nova e é daqueles amores que não diminui, mesmo com as mudanças. Sim, é claro que eu fiquei o tempo todo esperando o vendedor de sorvete de coco (melado de cajá ou similar) “feito com agua do Dique na casquinha de isopor” aparecer. Tem gosto de tudo que eu vivi na Velha Fonte. Vai ser eternamente o meu sorvete preferido. Não lamento, no entanto, o progresso, os estádios modernos e os novos conceitos inevitáveis do futebol moderno. O que lamento é que tudo isso chegue ao Brasil sem responsabilidade e também sem sensibilidade. Infelizmente, temos muitos exemplos disso, mas isso é assunto pra outro texto.

Comments 6 comentários »

Dica, Ora Bolas?! – Ora Bolas!

Eu sei, eu sei, a Dica, Ora Bolas?! da sexta-feira passada já foi sobre literatura infantil, mas chegou na minha caixa de email essa semana uma sugestão de lançamento de livro tão linda do selo Tordesilhinhas que não resisti!

Ora Bolas!

Pra começar, o livrinho se chama Ora Bolas! (como não amar??)! Escrito pela arte-educadora Selma Maria e com ilustrações de Nina Anderson, que é filha da autora (de novo: como não amar??) a publicação mostra como o futebol está presente na cultura nacional e se expressa nas mais diversas e divertidas situações do cotidiano.

Ora bolas!São 14 textos escritos a partir do ponto de vista da criança: do menino que joga bola no campinho esburacado com a cabeça na lua, da menina que sonha em ganhar uma bola no Natal, do menino que só dava beijo de escanteio e da menina que tem a cabeça da boneca arrancada pelo irmão após um lance sujo no jogo.

Usando termos próprios do universo do futebol, mas que já entraram no vocabulário de qualquer um, como pisar na bola, dar bola fora, pendurar, Selma cria e recria significados. No conto Quilombolas e Mané, por exemplo, ela evidencia que para quem aprecia um bom futebol, ser chamado de mané é antes de tudo um elogio. É o que pensa o menino que, no livro, ao ser chamado de mané por uma garota, afirma confiante: “Hoje Mané, amanhã Garrincha”.

‘Lindin’ demais da conta gente! 🙂

Comments Nenhum comentário »

Nãoseiquenzinho e o futebol

Quase todo mundo tem um time de futebol de coração. Claro que quando se trata desse time, aquele que a gente chora, toma chuva, grita e encontra a felicidade, todo mundo comemora a vitória mesmo que seja com um gol contra depois de 90 minutos de futebol medíocre. Faz parte da passionalidade de amar um time.

Nem todo mundo consegue ter futebol como diversão. Como se trata de uma ideia, uma que a gente não chora, sofre de morrer ou acha que é o motivo da nossa vida, só dá pra comemorar vitória quando tem gol bonito, troca de passes, aula de tática, craque destruindo em campo, estilo e/ou padrão de jogo. Faz parte da racionalidade de se divertir com futebol.

Foto: AFP

É tipo Nãoseiquenzinho que desde que se entende por gente tem um escudo único no peito, mas que ao mesmo tempo gosta de ver o futebol bonito do Barcelona (ou do Bayern ou da seleção da Espanha ou do Bolinha Futebol Clube). É por isso que ele consegue assistir a uma semifinal da Liga dos Campeões como Bayern 4×0 Barcelona e simplesmente aproveitar a beleza do que está acontecendo em campo, mesmo que, nos últimos tempos, ele tenha comemorado gols e títulos pelo lado do Barcelona.

O que acontece é que Nãoseiquenzinho não tem nenhum tipo de preocupação ou obrigação com o Barcelona (ou o Bayern ou a seleção da Espanha ou o Bolinha Futebol Clube). Ele simplesmente acha sensacional poder assistir futebol de alto nível, seja ele jogado por quem for. É por isso que Nãoseiquenzinho acha uma bobagem sem tamanho querer comparar (e escolher) times como Barcelona, Bayern de Munique, Real Madrid e Borussia Dortmund (pra citar os semifinalistas da Liga). Assim como acha uma chatice (e uma burrice) sem tamanho quando vê alguém enchendo o boca para “zombar” de uma derrota como a de ontem do Barcelona como se estivesse atingindo torcedores como ele.

Quem torcia para o Barcelona por conta da sua forma de jogar simplesmente também torce para este Bayern que ama a troca de passes e acima de tudo, ama a bola. Segundo dados oficiais da Uefa, Bayern e Barcelona são os dois clubes da Champions que mais trocam passes e mais tempo ficam com a bola. Não sejam bobinhos, portanto. Nãoseiquenzinho já gostava e “torcia” também pelo futebol moderno do time alemão muito antes da aula que deu na semifinal da Liga.

E é por isso também que Nãoseiquenzinho vai se refastelar com o talento de Cristiano Ronaldo no jogo entre Real Madrid e Borussia. Sim, BREAKING NEWS, é possível simplesmente aproveitar e curtir o futebol e o talento de dois jogadores tão sensacionais como Messi e Cristiano Ronaldo ao mesmo tempo. E, não, ele não entende como alguém consegue perder tempo torcendo contra Messi (ou Cristiano Ronaldo) em vez de aproveitar esse privilegio que a história do futebol está nos proporcionando.

E antes que eu esqueça, qualquer semelhança de Nãoseiquenzinho comigo não é mera coincidência. Agora parem de encher o saco e vão curtir futebol.

 

Comments 2 comentários »

Dica, Ora Bolas?! – Literatura infantil

O dia 18 de abril, também conhecido como ontem, é considerado o dia nacional da literatura infantil, em homenagem a Monteiro Lobato, ‘cês’ sabiam? Pois é, e como esse blog ADORA livros e se derrete quando aquelas mini pessoas uniformizadas entram em campo de mãos dadas com os verdadeiros jogadores, é claro que a Dica, Ora Bolas?! de hoje só poderias ser especial para os pequenos. Sim, porque a gente aqui quer que toda criança ame, jogue, se divirta, aprenda e leia tudo sobre futebol!

Uma dica para os pequenos que é simplesmente apaixonante (e que muito adulto vai querer!!!) é a coleção POP UP da editora Belas Letras. Em cada página do livro, “pula” uma verdadeira surpresa e as folhas bem interativas são cheias de detalhes cuidadosos e bem bolados que contam a história e as glórias dos times. Por enquanto, que eu saiba, existem versões apenas para os torcedores de Vasco, Flamengo, Corinthians e Internacional, mas a gente torce para que a editora faça de todos os times. “Crionças” e grandinhos, é de babar:

Coleção pop up Internacional

Coleção Pop Up Vasco

Coleçao pop up Corinthians

Coleção Pop up Flamengo

Outra dica é a coleção FOFA “O dia em que me tornei…” da Panda Books. São doze livros escritos por famosos, jornalistas e personalidades contando como se tornaram torcedores de seus times de futebol. Entre as lembranças, dá pra aprender muita coisa sobre a história dos times. Já tinha até falado dessa coleção em outro post aqui, mas vale lembrar de novo.

O dia em que me tornei...

O dia em que me tornei cruzeirense – Samuel Rosa (vocalista do Skank)

O dia em que me tornei atleticano – Fred Melo Paiva (jornalista)

O dia em que me tornei palmeirense – Mauro Betting (jornalista esportivo)

O dia em que me tornei santista – Vladir Lemos (jornalista esportivo)

O dia em que me tornei corintiano – Marcelo Duarte (escritor)

O dia em que me tornei gremista – Sérgio Xavier Filho (jornalista)

O dia em que me tornei colorado – Ricardo Freire (publicitário)

O dia em que me tornei São-Paulino – Selton Mello (ator)

O dia em que me tornei vascaína – Teresa Cristina (cantora)

O dia em que me tornei flamenguista – Walter de Mattos Jr. (fundador do jornal Lance!)

O dia em que me tornei fluminense – Beto Silva (humorista)

O dia em que me tornei botafoguense – Mauricio Stycer (jornalista)

 

Comments Nenhum comentário »

 

Aí você acorda e pensa: “Uhuull! Hoje é sexta-feira!”

Aí eu acordo e pergunto pra vocês: “E sexta-feira é dia de que no blog?”

É dia de Dica, Ora Bolas?! Uhuul! 🙂

E a dica de hoje se chama Tostão. Não, infelizmente a gente não pode mais ver o Tostão em campo há algum tempo, mas o craque que brilhou pelo Cruzeiro e pela Seleção Brasileira nos anos 60 e início doa anos 70 deu um jeito de continuar sendo uma referência para qualquer um que goste de futebol.  Como comentarista, colunista e escritor, Eduardo Gonçalves de Andrade, o Tostão, mostra a mesma inteligência que tinha em campo com as palavras.

Tostão

Eu não canso de ler Tostão e acho que todo mundo deveria ler também, então se prepare pra overdose a seguir:

“Lembranças, Opiniões e Reflexões sobre Futebol”, editora DBA. Livro de memórias com prefácio de Armando Nogueira, lançado em 1997.

Tostão - Lembranças, Opiniões, Reflexões sobre Futebol

Eis um trecho do prefácio :

“O livro revela o que a televisão já consagrou publicamente: a capacidade que tem Tostão de analisar o futebol, não apenas pelos ângulos tático, técnico e físico, mas, também, fazendo valiosas reflexões sobre a face psicológica e mental do esporte.”

Depois da primeira parte do livro, com textos curtos e leves sobre diversos temas, Tostão e faz uma análise (e ensina) tática do futebol jogado nos últimos 50 anos. Precioso.

Tática no Futebol

A Perfeição Não Existe — Paixão do Futebol por um Craque da Crônica, editora Três estrelas. Coletânea de 101 textos de Tostão publicados na Folha de S.Paulo entre 2000 e 2011.

A Perfeição Não Existe

As crônicas rememoram os bastidores de várias Copas do Mundo e trazem histórias saborosas sobre Garrincha, Pelé, Gerson, Rivellino, João Saldanha, Zagallo, Romário e Maradona. Mas Tostão não é um saudosista. Observador atento do presente, ele fala sobre craques atuais, como Kaká, Pato e Neymar, e discute importantes questões relacionadas ao esporte, como o culto às celebridades, a violência nos estádios e o marketing. Em suas reflexões, Tostão não faz concessão aos clichês do discurso esportivo, que ele critica. Suas crônicas são escritas em linguagem clara, sofisticada e poética. Sinopse oficial

Por fim, pra quem nunca cansa de ler Tostão, o craque (que apenas mudou de esporte, mas segue craque), escreve todas as quartas e domingos na Folha de S. Paulo e você pode ler os textos dele aqui no site do jornal.

Leia sem moderação.

Comments 1 comentário »

Respeitável público, os palhaços

Não basta ter passado 10 anos sem um título. Não basta ter passado sete anos longe da Série A do Brasileirão. Não basta brigar pra fugir do rebaixamento em 2011 e 2012.  Não basta não vencer um BaVi há quase dois anos (o último triunfo tricolor aconteceu no dia 1º de maio de 2011, num clássico válido pela semifinal do Baianão). Não basta perder o único jogador com capacidade de virar ídolo. Não basta ser eliminado na primeira fase da Copa do Nordeste. Não basta ter que ouvir jogador do seu time mandar recado que não é ‘viado’ após uma derrota por 3 a 0 diante do ABC. Não basta ser goleado pelo seu maior rival no reencontro com a Fonte Nova. Não, não basta tudo isso. Tem que fazer o torcedor de palhaço.

Reprodução

E, entendam, não é apenas pelo retrocesso de trazer Joel Santana de volta. É pelo conjunto do espetáculo. Pelo circo no qual o Bahia se transformou. Pelas repetidas decisões nada ‘equilibristas’ que caíram de cara no chão. Pela insistência nos mesmos tigres de bengala. Pelos números de mágica para esconder as verdades, os números, os computadores. Pelos trapezistas de ocasião. Pela incompetência geral da trupe no comando do espetáculo de horror. Não adianta trocar o domador do tigre, respeitável público, se o animal está contaminado por dentro.

Eu não sei onde isso vai parar, e o Bahia pode até vencer o Baianão com Joel Santana, mas sei que esse Bahia que se apresenta, ano após ano, debaixo da lona está sugando todas as cores de seus torcedores tão apaixonadamente tricolores. Vão acabar conseguindo transformar o azul, vermelho e branco do Bahia num único vermelho opaco e triste no nariz de cada torcedor.

Pra finalizar, no clima “rir pra não chorar”, aperta o play do vídeo logo abaixo (nada contra os autores/palhaços da música, hein?) e cante comigo! Ah, o exercício de trocar os nomes na letra, eu deixo pra criatividade de vocês:

Música: Lá na Casa dos Palhaços
Autor: Fábio Cantero (Botão)
Estrelando: Palhaço Botão e Palhaço Colchete
Participações especiais:
Palhaço Meleca e Palhaço Risonho

Um dia eu estava andando perto do circo e encontrei alguns palhaços.
Foi aí que eu chamei eles para conversar…
Mas o que é o que é, que tem na CASA DOS PALHAÇOS?
O que é o que é que tem na CASA DOS PALHAÇOS?

Lá tem Botão… te dou um apertão
Lá tem Colchete… debaixo do tapete
E o Amoroso… muito chiquetoso
Tem o Meleca… que é muito sapeca

Tem formiga
Tem lagartixa
E tem cachorro com medo de salsicha
AU, AU, AU, AU

Tem Barriguinha… mas que gracinha
Tem Pimentão… lá no colchão
O Pingo… só de domingo
Até o Risonho… comendo um sonho

Tem jacaré
E tem chulé
Tem um macaco que não larga do meu pé
A CASA DOS PALHAÇOS só tem coisa boa
Venha brincar e não fique aí à tôa.

Mas o que é o que é que tem na Casa dos Palhaços?

O que é o que é que tem na Casa dos Palhaços?

Comments 11 comentários »

Dica, Ora Bolas?! – EXTRA! EXTRA! Pague um e leve dois

A Dica, Ora Bolas?! de hoje é no estilo promoção de loja da esquina: pague um e leve dois. Tipo assim, conheça a nova Arena Fonte Nova e ganhe de brinde o maior clássico do Norte/Nordeste e um dos mais acirrados, porretas, malemolentes (‘cês’ não adoram essa palavra?) e emocionantes do Brasil.

Sim, eu sei que os ingressos já esgotaram para o primeiro clássico do ano, mas a dica de conhecer o novo estádio segue valendo para os jogos seguintes. Tem mais BaVi já confirmado lá no dia 28 de abril, e possivelmente, ainda pelo Campeonato Baiano, nas fases semifinais ou na grande final, além dos confrontos do Campeonato Brasileiro. Eta BaVi de primeira maravilhoso!

E o clássico desse domingo(07/04) tem tanta, mas tanta pimenta e pimentão que a gente não sabe nem por onde começar. É a inauguração do estádio. É o primeiro BaVi com os dois times na primeira divisão desde 2003. É o primeiro encontro dos rivais em 2013. É o reencontro do Bahia com sua casa. E que saudade…

Ao todo, foram disputados 306 BaVis na Fonte Nova e o Bahia tem larga vantagem sobre o Vitória: são 126 triunfos do Tricolor contra 78 do Rubro-negro – aconteceram ainda 102 empates. A torcida gritou Bora Bahêa Minha Porra em 356 gols, enquanto a arquibancada explodiu em rubro-negro 262 vezes.

Na história mais recente, no entanto, apesar dos tricolores reclamarem de Pituaçu (onde foram disputados nove clássicos, com apenas duas vitórias e quatro derrotas para o Bahia), o Vitória é quem leva a melhor. Nos últimos nove confrontos, o Bahia perdeu em três oportunidades, empatou em cinco e venceu apenas uma. O último clássico vencido pelo Bahia na Fonte Nova foi em fevereiro de 2004.

BRINDE DE CONSOLAÇÃO

Se você não pode aproveitar a “promoção” compre um e ganhe dois, no entanto, não se preocupe. O blog tem uma dica de brinde surpresa pra você: a partida, marcada para as 16h, terá transmissão pela Rede Bahia, para todo o estado da Bahia, em canal aberto e pelo canal fechado SporTV, para todo o Brasil. Agora, não tem desculpa, hein?!

E um aviso pra quem ainda quer um pitaco de quem vai vencer: aqui tem promoção, tem amor, tem futebol, mas também não é a dica da mãe Joana, não é mesmo?!

Por fim, que neste e em todos os outros clássicos e jogos na nossa nova Fonte, aconteçam muitas promoções. De gols, de sorrisos, de abraços e de alegrias. Acima de tudo, que essa nova fase promova mais respeito, paz e modernidade no futebol baiano. E que isso não seja nunca apenas uma dica.

Seja muito bem-vinda de volta aos nossos olhos, Fonte Nova. É impossível resistir a qualquer promoção que envolva você.

Comments 3 comentários »

Porque a gente adora uma aposta – Copa do Brasil

Conforme prometido, vamos às apostas para a Copa do Brasil, que começa hoje (‘cês’ não adoram os nomes dos times e estádios desconhecidos?) . Um mero exercício de adivinhação e diversão em muitos casos, é bem verdade,  mas o que vale é apostar, não é mesmo? A não ser que vocês estejam por dentro de times como Águia de Marabá-PA e Luverdense-MT!

Antes, pra quem ainda está confuso com esse novo formato da competição, alguns lembretes básicos:

Formato

Ao todo, serão 86 clubes no torneio que terá sete fases mata-mata. As equipes brasileiras que estão na Libertadores – Grêmio, Fluminense, Corinthians, Atlético-MG e Palmeiras – entrarão automaticamente nas oitavas-de-final, com a exceção do São Paulo, que no segundo semestre vai defender o título da Copa Sul-Americana. Na vaga do time paulista estará o Vasco, time mais bem colocado no Brasileirão 2012 depois dos classificados para o torneio continental. Quando essas equipes entrarem no torneio, haverá um sorteio para definir um novo chaveamento até a final.

Datas

1ª fase dias 3, 10, 17 e 24 de abril
2ª fase dias 1, 8, 15 e 22 de maio
3ª fase dias 3, 10, 17 e 24 de julho
4ª fase (oitavas) dias 21 e 28 de agosto
5ª fase (quartas) dias 23 e 30 de outubro
6ª fase (semifinais) dias 6 e 13 de novembro
7ª fase (final) dias 20 e 27 de novembro

Apostas
O formato mata-mata da Copa do Brasil dá mais espaço para surpresas, e eu confesso que elas dão um molho gostoso à competição. Como este ano ela será disputada durante todo o ano, no entanto, ela deve diminuir paradoxos como o do Palmeiras, em 2012, campeão da Copa do Brasil em julho e rebaixado em dezembro para a Série B do Brasileirão.

Em negrito, quem passa de fase:

Qua 03/04/2013 – 22h00 – Mangueirão e Qua 17/04/2013 – 22h00 – Engenhão*

Flamengo x Remo

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Amigão e Qua 17/04/2013 – 20h30 – João Castelo – Castelão

Sampaio Corrêa x Campinense

Qua 03/04/2013 – 16h00 – Abadião e Qua 10/04/2013 – 22h00 – Castelão

Ceará x Ceilândia

Qua 10/04/2013 – 16h00 – Iberezão e Qui 25/04/2013 – 20h30 – Municipal Arapiraca

ASA x Santa Cruz-RN

Qua 03/04/2013 – 22h00 – Arena da Floresta e Qua 17/04/2013 – 22h00 – Centenário

Internacional x Rio Branco-AC

Qua 03/04/2013 – 20h30 – Romeirão e Qua 10/04/2013 – 20h30 – Arruda

Santa Cruz x Guarani de Juazeiro

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Raulino de Oliveira e Qui 25/04/2013 – 19h30 – Ressacada

Avaí x Volta Redonda

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Resendão e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Independência

América-MG x Gurupi

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Glicério Marques e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Serra Dourada

Goiás x Oratório

Qua 03/04/2013 – 20h30 – Antônio David Farina e Qua 17/04/2013 – 15h00 – Bruno José Daniel

Santo André x Veranópolis

Qua 03/04/2013 – 22h00 – Lomanto Júnior e Qua 17/04/2013 – 22h00 – Ilha do Retiro

Sport x Vitória da Conquista

Qui 11/04/2013 – 20h30 – Albertão e Qui 25/04/2013 – 20h30 – Frasqueirão

ABC x Parnahyba

Qua 10/04/2013 – 22h00 – Presidente Dutra e Qua 17/04/2013 – 19h30 – Barradão

Vitória x Mixto

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Cornélio de Barros e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Melão

Boa Esporte x Salgueiro

Qui 11/04/2013 – 21h30 – Primeiro de Maio e Qui 25/04/2013 – 20h30 – Durival de Britto

Paraná x São Bernardo

Qua 03/04/2013 – 20h30 – Alfredo de Castilho e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Heriberto Hulse

Criciúma x Noroeste

Qui 04/04/2013 – 21h50 – JOGO ADIADO e Qui 18/04/2013 – 22h00 – Couto Pereira

Coritiba x CSP

Qua 03/04/2013 – 21h30 – Roberto Simonsen e Qua 10/04/2013 – 16h00 – Zinho de Oliveira

Águia de Marabá – Nacional-AM

Qui 04/04/2013 – 21h50 – Presidente Médici e Qui 25/04/2013 – 20h30 – Moisés Lucarelli

Ponte Preta x Itabaiana

Qua 10/04/2013 – 22h00 – Ninho da Águia e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Nabi Abi Chedid

Bragantino e Águia Negra

Qua 17/04/2013 – 20h30 – Bezerrão e Qui 25/04/2013 – 21h50 – Engenhão*

Botafogo x Sobradinho

Qua 10/04/2013 – 21h30 – Roberto Simonsen e Qui 25/04/2013 – 20h30 – Rei Pelé

CRB x Fast

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Engenheiro Araripe e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Orlando Scarpelli

Figueirense x Desportiva Ferroviária

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Dos Pássaros e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Anacleto Campanella

São Caetano x Arapongas

Qua 10/04/2013 – 22h00 – Rei Pelé e Qui 25/04/2013 – 19h30 – Mineirão

Cruzeiro x CSA

Qua 03/04/2013 – 16h00 – Trabalhador e Qui 18/04/2013 – 20h30 – Centenário

Caxias x Resende

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Mangueirão e Qui 18/04/2013 – 20h30 – Serra Dourada

Atlético-GO x Cametá

Qua 03/04/2013 – 20h30 – Albino Turbay e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Arena Barueri

Barueri x Cianorte

Qua 03/04/2013 – 19h30 – Bento Freitas e Qua 17/04/2013 – 19h30 –

Atlético-PR x Brasil de Pelotas

Qua 10/04/2013 – 21h00 – Biancão e Qui 25/04/2013 – 20h30 – Nazarenão

América-RN x Ji-Paraná

Qua 03/04/2013 – 22h00 – Virotão e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Canindé

Portuguesa x Naviraiense

Qua 10/04/2013 – 21h00 – Ribeirão e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Mangueirão

Paysandu x São Raimundo-RR

Qua 10/04/2013 – 22h00 – Albertão e Qua 17/04/2013 – 22h00 – Vila Belmiro

Santos x Flamengo-PI

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Bambu e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Arena Joinville

Joinville x Aracruz

Qua 10/04/2013 – 22h00 – Genervino da Fonseca e Qui 18/04/2013 – 20h30 – Aflitos

Náutico x Crac

Qua 03/04/2013 – 16h00 – Moça Bonita e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Arena do Jacaré

Betim x Bangu

Qui 11/04/2013 – 21h50 – João Castelo – Castelão e Qua 17/04/2013 – 22h00 – Pituaçu

Bahia x Maranhão

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Municipal Juiz de Fora e Qua 17/04/2013 – 22h00 – Passo das Emas

Luverdense x Tupi-MG

Qua 10/04/2013 – 20h30 – Batistão e Qua 17/04/2013 – 20h30 – Brinco de Ouro

Guarani x Confiança

Qua 10/04/2013 – 20h30  e Qua 17/04/2013 – 22h00 – Presidente Vargas

Fortaleza x Luziânia

Ufa! Depois, então, a gente vê como é que eu me saí nessas apostas! E fiquem à vontade para apostar e/ou discordar nos comentários!

Comments Nenhum comentário »

Porque a gente adora uma aposta

“Nunca faças aposta. Se sabes que vais ganhar és um patife, e se não sabes és um tolo.”

A frase acima é do filósofo chinês Confúcio. Mas, assim como os chineses não são muito experts com a bola nos pés, acho que Confúcio também não entendia muito de futebol. E é por isso que quando se trata de futebol a gente aposta (sem saber se vai ganhar) como se não houvesse amanhã. E isso não faz de nós tolos ou patifes.

Então vamos às apostas de uma semana deliciosamente transbordante de futebol que tem as quartas de final da Liga dos Campeões (The Chaaaaaaaampions!!!!) e a primeira rodada da Copa do Brasil. Começando pela competição do jogaço de hoje.

PSG x Barcelona, terça-feira (2), às 15h45, na GLOBO, BAND, ESPN BRASIL e GLOBOESPORTE.COM

Será que o PSG consegue segurar um empate com Barcelona em casa? Acho até possível, mas no fim das contas, acho que a vaga na semifinal é mesmo do Barcelona. O que é uma pena, porque eu queria ver o PSG avançar um pouco mais na competição (por pura simpatia por Paris e pelo futebol de Lucas). Curiosidade: ao lado de Di Maria, do Real Madrid, Ibrahimovic é quem mais deu assistências nesta Champions: foram seis. Já Xavi, maestro do Barcelona, lidera o ranking de maior número de passes: já foram 958.

Bayern de Munique x Juventus, terça-feira (2), às 15h45, na ESPN, ESPN+ e SPORTS+

Outro jogo imperdível, que é no mesmo horário que PSG x Barcelona (cadê clonagem quando a gente precisa dela?), é o que talvez seja o mais equilibrado dos confrontos. Como o time alemão vai segurar Pirlo (como joga esse italiano!) comandando o meio de campo da Juventus, eu não sei. Ainda mais que a decisão será em Turim (os alemães até venceram fora de casa nas oitavas, mas foi o primeiro jogo).  Ainda assim, acho que Schweinsteiger, que não jogou nas oitavas, quando o Bayern passou sufoco, e sua trupe passam para a próxima fase, mas vai depender muito do placar neste primeiro encontro. Curiosidade: até o momento, quatro equipes possuem os melhores ataques da competição: Real Madrid e Bayern de Munique marcaram 18 vezes até as oitavas de final, enquanto Juventus e Paris Saint-Germain fizeram 17 gols.

Málaga x Borussia Dortmund, quarta-feira (3), às 15h45, na ESPN, ESPN+ e SPORTS+

Que “beleza”, hein Borussia? Não vai levar o título do Campeonato Alemão este ano, mas ao menos tem tarefa bem menos complicada do que o Bayern nessas quartas. Minha aposta é que os alemães avançam para a semifinal sem muita dificuldade.

Real Madrid x Galatasaray, quarta-feira (3), às 15h45, no ESPORTE INTERATIVO e ESPN BRASIL


Eu não consigo confiar nessa equipe de Mourinho, apesar do bom elenco que ele tem nas mãos, incluindo o sensacional Cristiano Ronaldo, artilheiro da competição ao lado do adversário destas quartas,  Burak Yilmaz. No entanto, acho que o Real Madrid passa pelo Galatasaray, principalmente se fizer o resultado em casa neste primeiro confronto. A coisa pode complicar na Turquia.  Curiosidade: Além de ser um dos artilheiros da Champions, Cristiano Ronaldo é quem mais chutou no gol até aqui, 41 vezes. Já Yilmaz é artilheiro e o líder em impedimentos: doze*.

Pra terminar, um vídeo que o PSG preparou para esquentar o duelo com o Barcelona. Amanhã vocês ficam sabendo as minhas apostas pra Copa do Brasil!

Comments Nenhum comentário »


Warning: readfile(../ga.txt): failed to open stream: No such file or directory in /home/claraalbuquerque/claraalbuquerque.com.br/wp-content/themes/mandigo/footer.php on line 356